Sequestro Virtual

sequestro-virtual

Estelionatários, presidiários e integrantes de quadrilhas telefonam para o celular, escritório ou residência da pessoa – independente da sua classe social ou situação econômica – afirmando que estão com seu filho ou outro parente como refém. A partir de então, em meio a uma série de ameaças, identificando-se como integrantes de organizações criminosas,  passam a exigir dinheiro ou senhas de cartões para créditos de telefones celulares. Caso isso aconteça com você, siga as seguintes orientações:

• Desconfie sempre que receber uma ligação ameaçadora dizendo que seu filho ou outro parente está em poder de bandidos.

• Não se desespere caso o bandido diga que está com seu filho ou algum parente, mande alguém contatar essa pessoa e saber como ela está. As quadrilhas procuram agir sempre durante o período
diurno.

• Procure manter-se calmo. Dialogue com o bandido o maior tempo possível, obtendo o máximo de informações. Enquanto isso, peça ajuda a outra pessoa para verificar a veracidade do fato
ou como está o suposto ‘sequestrado’, uma vez que este tipo de delito trata-se sempre de tentativa de extorsão.

• Não siga as determinações dos bandidos. Ao receber o telefonema, procure a Polícia imediatamente.

• Jamais efetue depósitos em dinheiro nas contas correntes dos bancos que eles indicarem.

• Os extorsionários procuram intimidá-lo usando sotaque carioca ou paulista, passando-se por integrantes do Comando Vermelho ou PCC. Pergunte detalhes sobre o ‘sequestrado’ tipo: roupa que
está usando, características físicas e peça para falar com a suposta vítima.

• Não forneça os códigos existentes nos cartões para créditos de telefones celulares.

• Se possível, mantenha um bina em seu telefone. Isto facilita a identificação da origem da chamada ameaçadora.

• Tentativa de extorsão por celular, eis outra modalidade de golpe que está sendo aplicada pelos bandidos. Você recebe uma mensagem em seu celular, como se fosse da sua operadora, comunicando que ganhou um prêmio. Então pedem para você ligar de seu telefone fixo para um determinado número de contato. Jamais faça esta ligação!!! A partir deste momento, eles passam
a lhe ameaçar, extorquir e podem até descobrir seu endereço.

• Bandidos ligam para você, dizendo-se da sua operadora, informando que o seu celular foi ‘clonado’. Então pedem que você desligue o aparelho por uma hora, para que as averiguações possam ser realizadas. Você acredita no ótimo serviço que estão lhe prestando e, afinal de contas, que mal pode haver nisso?

Entretanto, os bandidos já haviam preparado previamente o golpe e, durante esta hora, ligam para sua casa, dizem que você foi sequestrado e passam a exigir algum tipo de resgate. Quem liga para você não consegue completar a ligação, obviamente, e aí começa o terror. Portanto, mantenha o seu celular sempre ligado. Para a operadora checar alguma coisa em sua linha, não é necessário desligar o aparelho.

• Uma vingança para quando nos roubam o celular. Para obter o ID, número de série do seu telefone celular, digite: *#06#. Aparecerá no visor um código de 15 algarismos. Este código é
único. Anote e guarde com cuidado. Se roubarem seu celular, ligue para sua operadora e informe este código. O seu telefone será então completamente bloqueado, mesmo que o ladrão mude
o cartão SIM. Provavelmente você não recuperará o aparelho. Mas, pelo menos quem quer que o tenha roubado não poderá utilizá-lo nunca. Se todas as pessoas tomassem esta precaução, o roubo de celulares seria inútil.